Armazenamento dos vinhos: simples, mas essencial

Para apreciar um bom vinho e vivenciar grandes experiências, é necessário…

O interesse de aprender mais e mais sobre esse universo nos impulsiona a querer provar mais rótulos. Infelizmente, muitas vezes nos esquecemos do poder que tem a conservação adequada dos nossos vinhos. Mas esquecemos que essas preciosidades necessitam de um lugar especial e adequado para sua conservação.

O vinho está sujeito a transformações, pois é uma bebida “viva”, estando sempre em processo de fermentação. Com o tempo, se não for bem armazenada pode acabar estragando, qualquer vinho que seja, do mais simples ao mais refinado.

Por outro lado, quando guardado em boas condições, o vinho se desenvolve obtendo ótimas características.


Formas corretas de armazenamento

É aconselhável que os vinhos fechados com rolhas de cortiça natural, sejam armazenados na posição horizontal. Pois desta forma, a rolha estará sempre em contato com o vinho e não terá a chance de ressecar,  dificultando a sua abertura. Além de que, com seu ressecamento, uma grande quantidade de ar poderá invadir a garrafa e oxidando o vinho completamente.

Já os vinhos que podem ser guardados em pé, são aqueles que possuem seu lacre com rolhas sintéticas ou tampas de rosca. Sobre a iluminação correta, o local mais adequado deve ser protegido contra luz natural ou artificial.

Por último, mas não menos importante, a temperatura ideal para seu armazenamento é um ambiente com temperatura fresca (entre 12ºC e 14ºC) e constante. Os vinhos são muito sensíveis à variações extremas de temperatura.

Caso seus vinhos sejam para um consumo imediato (dias, semanas ou poucos meses), não há problema algum estarem em uma temperatura um pouco mais alta. É importante saber que deve ser evitado temperaturas acima de 25ºC, mesmo que seja por poucos dias, pois essa temperatura faz acelerar o envelhecimento e até uma possível deterioração dos vinhos.

Gostou do conteúdo?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest

Deixe um comentário

Leia também: